HOME SOBRE CONTATO ANUNCIE

Dia pelo Direito à Vida

8.10.12

 

Desde 1983, comemoramos, em 08 de outubro, o Dia pelo Direito à Vida.

Nossa é um tema e tanto para falar.

Eu não sou radicalista, acredito que há abortos aceitáveis (estupro, má formação do feto), mas não aceito mãe que coloca o filho no lixo, larga na rua, deixa pra morrer.
Senão querem coloquem para adoção. Uma gravidez indesejada infelizmente acontece mesmo para quem cuida minha, sou um exemplo. Minha mãe conta que esqueceu só um comprimido e tinha só 19 anos, solteira, sem dinheiro, mas decidiu que me queria e me criou por quatros anos com a ajuda da minha tia-madrinha, depois onoheceu meu padrasto (aí é outra história…). Ela disse que chegou a pensar em desistir de mim mas que decidiu enfrentar tudo porque já me amava na barriga.

Quando era mais nova soube de uma história triste: uma vizinha nossa engravidou com 16 anos e tentou esconder dos pais durante meses usando roupas apertadas, cintos e tudo mais. Com isso a menina nasceu surda-muda. E sabe que essa mãe nem sentia remorso? Eu conhecia a guria, tinhamos quase a mesma idade e ela era sempre alvo de discriminação. Que tipo de vida será que ela leva hoje?

Com 16 anos tive uma colega que numa festa em que (diz ela) bêbada ficou com um cara e pum engravidou. Ela decidiu abortar com os tais chás. Vi de perto o quanto ela sentia dor. Quando ia no banheiro me levava junto e uma das vezes vi uns pedaços que pareciam ossinhos, nunca vou esquecer, ela estava de quase 4 meses. Precisou de curetagem. Não nos falamos há anos, não sei se ela se arrependeu. Mas eu tive certeza que não era pra mim isso. Quando iniciei a vida sexual me cuidava e tinha pra mim que se acontecesse ficaria com o bebê.

E fui ter um filho ano passado depois de tentar por um ano em meio. E ele veio muito planejado, com muito amor. E é minha alegria.

Ainda há que ache que feto ainda não é considerado uma vida. Eu penso ao contrário. Já amei o Matheus quando soube que estava grávida e ele era minúsculo, já me sentia mãe!!!

Primeira eco com 8 semanas

primeira eco

Eco de 13 semanas quando confirmamos que era um gurizão!!!

eco 13 sem

Eco de 24 semanas, ele abanou para mim, como pedi!!!

eco 24 sem

Todos temos direito à vida, mas a uma vida com amor, dignidade e tudo mais! Espero que as novas gerações que estão nascendo mudem este nosso mundo e o tornem melhor.

6 comentários:

  1. Verdade!
    Temos que educar nossos filhos hoje para que possam mudar o amanha.

    Eu amei seu texto, bjocas

    ResponderExcluir
  2. Defender a vida sempre!! lindo post!!!

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post super inportante o amos a vida ♥

    Bjuus http://annabeatrizrafaela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Somos a favor da vida, de uma vida melhor a todos lindo post

    Bjinhos Equipe Cantinho das mamães corujas venha nos visitar http://cantinhodasmamaescorujas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo post,temos que dá mais valor a vida e ensinarmos a proxima geração a fazer o mesmo.Bjs

    ResponderExcluir
  6. Nossa, se eu soubesse dessa data.. teria postado também. Eu sou totalmente contra o aborto. Tantos pais tentam engravidar e não conseguem, perdem seus bebês.. e tanta gente abortando. Quem sou eu pra julgar, mas não concordo mesmo. Quem aborta, teve direito de viver.. por que o bebê não tem esse mesmo direito, não é?!

    Linda postagem!!


    Beijos!

    ResponderExcluir

© Odisséia Materna / Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design
Tecnologia do Blogger.