HOME SOBRE CONTATO ANUNCIE

Vida alheia

26.4.16

Bom dia, pessoal!

Bem hoje vim aqui falar sobre algo que acho tri chato. Mas então porque falar? Porque além de chato é vergonhoso. Não para mim mas para a outra pessoa. Então vamos ao assunto: vida alheia. 
Exato, o que está pensando, alheia, logo não é da sua conta, entendeu?
Hoje estamos todos interligados pelas redes sociais, mas isso não dá o direito de ninguém vir julgar o que cada pessoa posta.
Sabem o que faço quando me deparo com alguma coisa da qual não gosto? Pulo para a próxima, só isso.
Não saio por aí “difamando” outras pessoas, só porque não gostei de algo, pois só porque eu não gostei não significa que o planeta concorda comigo, não é?
Quando comecei meu blog, foi para falar da gravidez depois peguei gosto e por um bom tempo ele foi meu amigo e companheiro. Mas ao passar dos anos com tantos outros que surgiram eu fui me decepcionando com tanto texto copiado e tanta hipocrisia que parei de blogar. Mas sempre vou me considerar blogueira porque gosto de pensar assim e me sinto bem com isso. Através do blog conheci pessoas virtualmente e pessoalmente e ganhei muito com isso. 
Falando em hipocrisia como é feio ver várias pessoas falando mal de outras por coisas que também já fizeram como os sorteios. No início do meu blog e fazia muitos e adorava, e quando posso faço algum pelo Instagram. Participo no de outras e não tenho nada contra.
Voltando a vida alheia, eu tenho Snapchat e sigo poucas pessoas, algumas depois de uns dias parei por achar que não tinha interesse no que aquela pessoa dizia, sigo quem quero e não me importa se é famoso ou não.
Canso de ver coisas ridículas sendo compartilhadas e repetidas por aí, mas como disse antes, somente pulo, tenho muito o mais o que fazer do que ficar criticando tudo que não é do meu gosto.
E para quem quer saber o motivo deste post segue o link de uma mãe falando de outras mães. 
Aproveito e peço que ela identifique nos cards os nomes. O meu é da bunda com cabelo. 


Só para ficar claro: a rede social é minha e posto o que quiser, assim como cada um faz, só porque sou mãe não virei santa e nem serei. Aqui é vida real e se tivesse foto do cocô na época do desfralde iria querer também postar.

Beijão pra você que como eu não tem filtro é sincero e não fica de MIMIMI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Odisséia Materna / Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design
Tecnologia do Blogger.